expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, junho 19, 2014

E a Copa chegou!

"Imagina na Copa" que nada. A Copa chegou! Esta aí do jeitinho que eu imaginei: trabalhando feito louca (para quem não sabe meu ganha pão é como assessora de imprensa do Aeroporto de Fortaleza), as coisas funcionando (talvez não como deveriam, mas com ações contingenciais tudo fluindo bem), com as gritantes diferenças sociais (manifestações silenciosas para quem para e olha), com a receptividade do brasileiro e a alegria do turista estrangeiro que veio fazer a festa nas terras descobertas por Cabral.

Os tais legados talvez não sejam tantos. O erro foi pensar que a Copa traria a infraestrutura que o País merecia independente de qualquer evento esportivo. Eu quero um metrô que funcione, vias largas que descongestionem o caos do trânsito, quero um aeroporto que aguente a demanda dos próximos 20 anos, mas não porque o turista que veio para a Copa está chegando e tudo "tem que estar" pronto, mas porque nós merecemos e precisamos que essa infraestrutura exista. Para a Copa, a gente aguenta do jeito que está.

As manifestações  tão temidas não estão acontecendo. Que bom! Não as quero nas ruas trazendo medo e apagando a alegria dos estádios (eu quero ver a festa mesmo. Vai, Brasiiiil!). E quero ver a manifestação em outubro, em seu devido lugar: as urnas. Porque apesar da beleza que é ver o estádio lotado, todos cantando o hino nacional (até o fim!), não é certo sair de lá e andar por um corredor de pobreza, onde crianças se jogam nas barras de isolamento pedindo por um copo (sabe aquele copo vendido no estádio com as cervejas e refrigerantes?). Isso dói na alma e não tem circo que esconda essa falta de pão.

Quero minha seleção hexacampeã e o meu povo, para sempre campeão!

Nenhum comentário:

Posts Relacionados

Blog Widget by LinkWithin