expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, dezembro 08, 2013

Diário de férias: San Francisco

É oficial: me apaixonei por San Francisco. Conhecer a cidade foi um dos pontos altos da minha viagem de férias que teve ainda Las Vegas, Grand Canyon, Monterey, Carmel, Los Angeles e San Diego. Primeiro que amo cidades litorâneas! Elas tem um clima diferente, um ar descomplicado... Tudo parece mais leve, mais azul, mais brilhante! E com San Francisco foi assim também.



Os passeios são feitos realmente para você aproveitar e se relacionar com a cidade, a começar pelo tradicional passeio no cable car, aqueles bondinhos que a gente sempre vê nos filmes. É ótimo ir vendo a cidade passar por nossos olhos num sobe e desce de ladeiras. O ponto final fica justamente no pier. Você desce no Hyde St. Pier e pode ir andando até o famoso Pier 39, centro gastronômico e turístico da cidade. Lá, você encontra além das lojas e restaurante, um carrossel e muitos leões marinhos brincando na frente de turistas embasbacados que nem eu. Mas o legal mesmo é o trajeto à pé. Você vai observando as embarcações, os pássaros, as dezenas de barracas com frutos do mar e, claro, a famosa Ilha de Alcatraz. Quem quiser, é fácil encontrar serviços de cruzeiro que levam até a ilha. Também é no caminho que está a tradicional padaria Boudin. Um deleite para os olhos, olfatos e, claro, paladares.











Tudo visto e apreciado, hora de voltar, mas não sem fazer uma parada na Lombard Street, uma rua toda cheia de curvas, devido imenso declive. 

Outro passeio obrigatório é na Golden Gate Bridge. Você pode fazer o trajeto à pé ou, ainda, mais legal, de bicicleta. Como era outono quase inverno, o frio foi um pouco implacável, especialmente pelo vento. Próximo à ponte, há vários mirantes de onde se tem uma visão privilegiada da ponte com a cidade ao fundo.



Se tiver tempo, reserve o dia para conhecer o Golden Gate Park, com seus belíssimos jardins, além do Botanical Gardens e do Japanese Tea Garden. Como disse, a palavra de ordem é desfrutar!

Também é em San Francisco que você encontra uma das mais antigas Chinatowns dos Estados Unidos. Descobri por coincidência, pois nosso hotel ficava na Bush Street, pertinho da entrada do bairro. Mas a influência chinesa não se limitava à região, era comum ver nas paradas de ônibus cartazes indicativos em inglês e em chinês.



O que mais posso dizer sobre a cidade? I left my heart in San Francisco, igualzinho ao Tony Bennet :-) Ela tem todo o glamour de uma metrópole, mas é muito mais amigável.

COMPRAS - Já aviso às loucas por outlet, que na área de San Francisco existem dois: o Petaluma e o Livermore. Não visitei nenhum, pois minha cota de outlet foi preenchida em Vegas. Mas é possível fazer ótimas compras na própria cidade. Na região da Union Square, você encontra muitas lojas, desde as de fast fashion (H&M, Forever, Zara etc) às mais requintadas (Tiffany & Co., Louis Vuitton, Swaroviski... Até uma Vera Wang está de frente para a praça mais conhecida da cidade), sem mencionar a queridinha dos brasileiros, Macy's, alegria garantida! Assim que meu veredito é que não é preciso sair da cidade para fazer suas comprinhas básicas.

PS: Vale avisar que San Francisco possue muitos sem-teto nas suas ruas, especialmente, no centro da cidade. Normalmente são viciados e a visão pode assustar, mas eles não incomodam ninguém nem são violentos. E não sei se é a paixão falando, mas até isso, para mim, imprime charme e caráter à cidade.


Nenhum comentário:

Posts Relacionados

Blog Widget by LinkWithin