expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, março 25, 2013

Visitando Maceió

No último final de semana, fui para Maceió e a capital alagoana me surpreendeu com suas piscinas naturais e seu mar azul. Fiquei pouco tempo, mas deu para aproveitar e descansar. Claro que ficou aquele gostinho de "tenho que voltar", pois ainda há muito o que conhecer e aproveitar do litoral de Alagoas.

Ficamos hospedados na Praia da Pajuçara. Chegamos bem na hora do almoço, então foi só deixar as malas no hotel e correr para um restaurante. Na região haviam muitas opções. Depois de comer e descansar um pouco, no início da noite corremos para o calçadão e visitamos à Feirinha de Artesanato da Pajuçara. É um galpão com vários box onde se vende tudo que você imaginar. Antes de voltar para o hotel, nos deliciamos com uma tapioca recheada. No calçadão, você encontra vários quiosques que vendem comidinhas como tapioca e cuscuz.



No dia seguinte, pegamos uma jangada e fomos conhecer as piscinas naturais da Pajuçara. o acesso é feito por várias jangadas que estão na beira-mar esperando elo turista. O trajeto leva cerca de 10 minutos e a sensação é maravilhosa: ver a costa se afastando, sentindo o mar ali do ladinho e a expectativa de chegar no aquário natural. Lá, é pequenininho, mas impressiona pelas águas claras cheias de peixinhos.




Devo dizer que sou meio medrosa para essas coisas, por isso, agradeço ao meu amor, Paulinho, que com uma paciência monstra me ensinou a usar o snorkel e pude ficar uns minutos ali, desligada do mundo, escutando só o silêncio e vendo o colorido daqueles peixinhos. Nas piscinas naturais, também há estrutura de jangadas-restaurantes que oferecem camarões, peixes e caipirinhas de frutas típicas. Uma coisa interessante que notei também quando ainda estava na praia é que existem três jangadas acessíveis (adorei a ideia!). O passeio até às piscinas da Pajuçara custa R$ 25,00/pessoa.

O almoço nesse dia ficou por conta do conhecido restaurante Bodega do Sertão. Com uma decoração detalhista, o ambiente é muito agradável. O buffet de comidas típicas é variadíssimo, mas me controlei, pois estava de olho mesmo era nas sobremesas...



No dia seguinte, fomos à Praia do Francês. Ela fica a 33km de Maceió e é uma ótima pedida. Lá eles são bem mais estruturados em questão de barracas do que a própria Maceió. As barracas são todas restaurantes enormes, com direito a brinquedos para crianças, chuveirões e, claro, um cardápio enorme.




Se faltou algum souvenir, uma boa pedida é aproveitar à tarde no Mercado de Artesanato. Ele possui 250 lojas repletas de artigos regionais. O bom é que já no trajeto você vai vendo muitos pontos do centro histórico de Maceió como a Catedral, a Igreja de Bom Jesus dos Martírios, o museu Pierre Chalita e o museu Théo Brandão, além do Palácio do Governo.

Nenhum comentário:

Posts Relacionados

Blog Widget by LinkWithin