expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, novembro 18, 2012

New York: assistindo a um jogo NBA

Minha última semaninha em New York sem dúvida irá render vários post: produtos que comprei, lugares a ir, impressões, dicas de lojas, turismo, resenha de espetáculos etc.


Para começar essa saga NYC, optei por falar da maravilhosa experiência que é assistir a uma partida da NBA. Esse tipo de programa ainda não está consolidado como turístico e talvez por isso a experiência seja ainda mais enriquecedora, pois você se sente fazendo um programa tipicamente americano, ao lado de americanos, vendo seus costumes e seu amor pelo esporte.

Essa foi minha segunda ida aos Estados Unidos e meu segundo jogo de basquete. Dessa vez, assisti a Brooklyn Nets x Cleveland Cavaliers. O plus, sem dúvida, foi a presença do jogador de basquete Anderson Varejão, um capixaba que está na NBA desde 2004. O cara simplesmente arrasou na partida. Apesar da sua equipe (Cleveland) ter perdido o jogo, ele foi cestinha com 35 pontos. Algo histórico: ele quebrou o seu próprio recorde (veja aqui). O mais legal é ver como ele é querido por lá e ainda super bem falado pela crítica norteamericana.

Mas deixando de lado o Varejão... Porque ir a um jogo da NBA é uma experiência inesquecível? É difícil enumerar as razões, pois é algo que você sente logo ao entrar na arena (por sinal, elas são lindas e bem projetadas. De qualquer lugar, mesmo do mais baratinho, você vai ter uma boa visão do jogo). Logo ao chegar, você vai perceber como é fácil se localizar: existem vários empregados para ajudá-lo a encontrar o seu lugar. Os torcedores vão chegando aos poucos e enchendo as cadeiras. Antes, claro, é bom fazer um lanchinho. Existem várias opções com as comidinhas típicas de estádios como cachorro-quente, pipoca, nachos, pizza...

Entrar no clima do jogo não é difícil, ele, por sua natureza, já é bem movimentado. Você passa lá dentro umas duas horas e nem percebe, pois além do jogo, existem dezenas de atrações nos intervalos entre os quartos e nos pedidos de 'tempo' das equipes. São dançarinas (cheerios), sorteios, câmeras de beijos e de dancinhas, brincadeiras, mascote fazendo palhaçada, tudo para animar a torcida e olha que nem precisava. A cada ataque eles gritam Go! e a cada ataque da equipe adversária eles gritam Defense! incentivando seus jogadores.

Depois de tudo isso, você ainda está torcendo o nariz porque não é fã de basquete. Ok, eu também não era. Na primeira vez fui mais para acompanhar o namorado, mas acabei me divertindo mais do que ele. Acredite: você vai gostar!



Se está de passagem marcada e se interessou em acompanhar um jogo, os tickets podem ser comprados no site da TicketMasters.

Nenhum comentário:

Posts Relacionados

Blog Widget by LinkWithin